domingo, 26 de agosto de 2012

MULHER EXIGENTE


Acordei meio assim.. sei lá! Só sei que estou necessitada de compartilhar essa minha inquietação. 
Ontem assisti um filme chamado "Coincidências do amor", daqueles água com açúcar, mas que me fez refletir sobre mulheres exigentes (estou inclusa nesse aspecto). 
No filme, uma mulher de uns trinta e poucos anos, depois de várias tentativas de encontrar o cara ideal para poder formar uma família, decide por ter uma produção independente (leia-se ter um filho por inseminação artificial), pois desejava muito ser mãe... Eu pensei: "será que farei o mesmo um dia?" Relacionamentos são tão complicados e, cada dia que passa, sinto que estou mais exigente quanto ao futuro pai dos meus futuros filhos...
Quero ter filhos, desejo ter o prazer de educar uma criança e fazer dele um homem com H ou uma mulher com M. 
Quero ter um filho homem para ensiná-lo com lidar com mulheres porque tenho visto muitos meninos de trinta e poucos anos por aí. Meninos que não sabem conversar, não sabem lidar com a sensibilidade das mulheres; na verdade,  não gostam de mulheres, só de objetos.
Também quero ter um filha e poder educá-la para que se valorize e não permita ser tapete ou uma super carente que se conforma em estar com alguém simplesmente por medo de ficar solteira pelo resto da vida.
Quero filhos exigentes como eu, pois tenho aprendido muito que é melhor estar solteira do que sentindo raiva e me preocupando se fulano é fiel a mim ou se está dando em cima de alguma "amiga" minha.


Obs.:Nem vou contar todo o enredo do filme, é melhor que assista e veja outros ângulos da exigência feminina :)




sábado, 30 de junho de 2012

ANSIOSA SOLICITUDE PELA VIDA


           
          Estou em uma constante expectativa sobre respostas que parecem estar tão próximas, mas, 
                                   a cada manhã, fico frustrada quando não as obtenho. 
                 Afinal de contas, estará Deus jogando dados em relação aos meus questionamentos!?
     Tenho sentido algumas transformações no meu modo de pensar, sinto que amadureci e que estou pronta para a próxima fase. Sei que os planos de Deus são mais elevados que os meus, mas minha natureza curiosa não me deixa descansar no Senhor. Apesar de que o conselho bíblico seja lançar sobre Ele toda nossa ansiedade, pois Ele cuida de nós.


São tantos conflitos que norteiam minha quase pacata mente. Quase porque eu não tenho problemas realmente graves, porém não deixam de serem problemas. Eu deveria viajar menos em meus pensamentos sobre as coisas.
Infelizmente ou felizmente, foi ofertada a mim uma complexidade que me faz viver de modo diferente.  Sinto o peso de algumas ideias como se tivessem vida própria e são fardos difíceis de carregar. Por vezes, digo: “malditas ideias fixas por que habitam em minha mente!?”

Ao mesmo tempo, acho bom ser assim, desconectada de coisas supérfluas e conectada ao abstrato. É algo tão mais rico e dá mais sentido à vida, pois posso ficar maravilhada com as pequenas coisas que passam despercebidas no cotidiano caótico dessa sociedade.


Penso que se tivesse vivido na época de filósofos como Sócrates, Aristóteles e outros, iria gostar muito de passar horas e horas conversando, divagando sobre a vida, estética, cultura, natureza... Num completo ócio criativo...

sexta-feira, 20 de abril de 2012

PRESENÇA QUE VICIA


Eu não sei se acontece sempre e com todo mundo, mas, ocorre comigo de ver alguém pela primeira vez e  essa pessoa despertar em mim uma sede pela sua presença. Sinto que se continuar encontrando-a, tornar-se-á um vício. Percebo um tipo de beleza que não consigo descrever só analisando o exterior.Há o misto de um olhar misterioso, inteligência, jeito de falar diferente, enfim, uma complexidade encantadora. 


Certas pessoas consideradas bonitas de acordo com o padrão atual, muitas vezes não causam essa sensação. Beleza é realmente algo relativo, e acho que a beleza que percebo está nessa postura diante dos outros, como se esse alguém estivesse a esconder um tesouro para um ser realmente digno de poder obtê-lo.


Posso dizer que já conheci alguém que, além de ter atrativos exteriores, também traz consigo elementos internos que causam essa intrigante atração.

É preferível ficar distante desse tipo de pessoa para evitar
ficar entorpecido com a presença dela e ainda ter a frustrante dúvida se há reciprocidade de sensações.
Porém,se existe a tal de química, que dizem ser recíproca, então as coisas conspirarão para o desenrolar de tramas assim. 
Sei que é complexo, mas, por minha mania de tentar entender a essência das coisas, faço n perguntas internamente para chegar a uma resposta concreta, obviamente sem sucesso o.O


sábado, 10 de março de 2012

PAZ QUE NÃO MEREÇO


Como é bom sentir o espírito em paz, uma paz inexplicável, a qual não mereço. Entendo que isso é parte da Graça infinita do Bom Pai Celeste, que nos ama incondicionalmente. Graça é favor imerecido, e quantas coisas não merecemos todos os dias, mas mesmo assim elas acontecem para nos beneficiar, nos fazer amadurecer e desenvolver o domínio próprio.
Deus, por sua infinita graça e amor, faz nascer o sol sobre justos e injustos. Cuida de nós quando por Ele chamamos, mesmo quando somos infiéis, mesmo com todas as falhas que nos afastam da perfeição. Por sua graça, enviou seu Filho querido para morrer em nosso favor, o Justo pelos injustos. 
Quero abrir um parêntese aqui para o seguinte aspecto, a nossa tendência em pensar que Deus age erroneamente ao permitir certos sofrimentos, como a morte trágica de crianças. Mas, pensemos..  Ele também não poupou seu Filho mui amado para que pudéssemos ter nossos pecados anulados.
Os planos e pensamentos de Deus são mais elevados que os nossos. A nossa mente é limitada para entender as Obras do Criador. 
Certamente, a natureza pecaminosa de alguns traz consequências a outras pessoas que não tem nada a ver. Fechando o parêntese: Os inocentes não estão isentos de sofrimentos, mas é certo que terão recompensas que as traças não podem corroer. 
Agora, continuando o pensamento sobre a graça divina... só estamos vivos pela misericórdia e amor de Deus, porque Ele nos ama de um modo que foge á nossa compreensão, a ponto de perdoar, justificar, transformar. Ele dá até um coração novo se isso for o nosso desejo, como está escrito em Ezequiel 36.26 "Também vos darei um coração novo, e dentro de vós porei um espírito novo; tirarei da vossa carne o coração de pedra e dar-vos-ei um coração de carne".
Ao pensar nisso, sinto esperança, pois sei que Ele está trabalhando cada dia para criar em mim esse coração novo; e a paz inexplicável que sinto é fruto disso. Obrigada Senhor.